Recuperação Estrutural do Edifício Arq. Anibal Martins Clemente (Edifício Sede da Prodesan) é tema de palestra na UNIP

Dentro da programação de palestras técnicas da IV Semana da Engenharia da Universidade Paulista – UNIP, o Engenheiro Paulo Cesar Ambrosio, Gerente do Departamento de Engenharia, proferiu a Palestra “Recuperação Estrutural do Edifício Arq. Aníbal Martins Clemente (Edifício Sede da PRODESAN)”, no dia 10/10/2018.

Na introdução comentou sobre a localização geográfica e as alterações urbanas no entorno do Edifício desde sua inauguração em 1969; em seguida abordou os aspectos arquitetônicos e estruturais do Edifício que permitem a perfeita interpretação técnica para algumas anomalias atuais e a configuração do estágio avançado da corrosão das armaduras que acarretavam o desprendimento de partes do concreto, sendo que tal situação evidenciou-se principalmente nos pilares da Fachada Norte (que contém os brises) e da Fachada Sul.

Como o objetivo principal da palestra foi proporcionar aos alunos de engenharia a ligação entre a teoria e a prática, a segunda parte do seu conteúdo foi dedicada a mostrar o planejamento da execução da obra que teve início em maio de 2017, com exibição de slides mostrando:

1. A capacitação da equipe de mão de obra própria para o trabalho em altura; o treinamento para o manuseio e aplicação dos materiais específicos de recuperação de estruturas; o treinamento para operação de equipamentos (balancim).

2. A definição dos equipamentos (2 balancins elétricos com monovia) permitindo a movimentação vertical e horizontal (sem a necessidade de montagens e desmontagens).

3. A definição dos materiais específicos: o adesivo estrutural para a ponte de aderência entre o concreto são e original com o concreto a ser aplicado na recuperação; proteção das armaduras quanto à corrosão; argamassa e/ou graute industrializados para recompor as áreas afetadas; a cura química evitando a evaporação da água e surgimento de fissuras no concreto aplicado; a proteção da superfície recuperada com verniz poliuretano.

4. A retirada, o transporte, a recuperação dos brises em fibra de vidro também executada com mão de obra própria na Unidade Industrial da Alemoa com posterior recolocação empregando-se elementos de fixação em aço inox.

5. A instalação de bandejas de captação e tubulações (prumadas) de encaminhamento das águas geradas pelos aparelhos de Ar Condicionado.

No fecho da palestra afirmou que a Recuperação Estrutural do Edifício deverá estar concluída dentro do 1º semestre/2019, exatamente no Ano 50 após sua inauguração e ressaltou a importância do trabalho em conjunto para o sucesso da obra (as ações efetivas da diretoria atual, a parceria com o Departamento Administrativo responsável pela manutenção predial, a todos os engenheiros técnicos e estagiários que compõem o DE ressaltando a atuação do Eng. Pompeu Oliveira Cavalcanti como “condutor” da execução e finalmente a equipe de mão de obra (encarregados, pedreiros, ajudantes e outros) que tem sido, desde o início, um exemplo de envolvimento e dedicação na busca de um bom resultado.

www.prodesan.com.br