Ordem de Serviço Nº 03/2020 – de 23 de março de 2020

Para fins do disposto no parágrafo único do artigo 5º. do Decreto 8898 do Executivo Municipal ficam considerados essenciais no âmbito da PRODESAN as atividades administrativas a seguir relacionadas, que deverão funcionar com a quantidade de pessoas definidas por suas Gerências, a quem caberá igualmente estabelecer sua escala de trabalho:

a. Limpeza e manutenção predial
b. Vigilância
c. Telefonia
d. Compras
e. Faturamento
f. Caixa
g. Recursos humanos
h. Apoio à prestação de serviços de limpeza das unidades da Saúde e Desenvolvimento Social
i. Suporte técnico à tecnologia da informação
j. Transporte
k. Secretaria da Diretoria

Outras atividades poderão ser consideradas essenciais, caso se tornem necessárias. Os Gerentes que julgarem imprescindível a presença de funcionários ligados a outras áreas não relacionadas poderão propor à Diretoria essa inclusão. As alterações do disposto nesta Ordem de Serviço serão comunicadas da mesma forma.

As unidades operacionais – DINF, DEOP, DEAP, DASF, DE, DEURB – que prestam serviços ao Município, através de contratos, deverão seguir as determinações das Secretarias contratantes quanto à continuidade na prestação de serviços definidos como essenciais, conforme Ordens de Serviço e Comunicados divulgados no Diário Oficial.

O Departamento Operacional deverá manter os serviços de limpeza em unidades da Saúde, promovendo os remanejamentos de pessoal necessários ao atendimento das unidades em funcionamento, em comum acordo com a Secretaria da Saúde.

O serviço de portaria passa a ser exercido pela vigilância, enquanto perdurar as determinações contidas nesta Ordem de Serviço.

Esta Ordem de Serviço entra em vigor nesta data, revogando a Ordem de Serviço nº 02 de 20 de março de 2020.

Antonio Carlos Silva Gonçalves
Diretor-Presidente

OS 03/2020, de 23/03/2020

www.prodesan.com.br